Usuários de celular recebem ligações do próprio número na Paraíba

Consumidores temem fraude através dessa prática, mas recomendação é que procurem, primeiramente, as operadoras


Pessoas seguem alegando que recebem ligações do próprio número e temem golpe. (Foto: Agência Brasil/Arquivo)


Em apenas um dia, mais de 20 pessoas buscaram ajuda no Procon-PB (Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba) para entender as ligações recebidas do próprio número de celular. Segundo o órgão, os casos têm acontecido com recorrência.


O medo de um golpe é inevitável na maioria dos casos. No entanto, até o momento, nenhum registro oficial de fraude, através dessa prática, foi registrado. Esse alerta começou a ganhar força em 2020, quando o Procon de São Paulo publicou um vídeo em que seu diretor executivo, Fernando Capez, alertou a população sobre aquilo que classificou como “novo golpe” na telefonia móvel. A tese, porém, perdeu força porque, de lá até aqui, nenhuma ocorrência mais grave foi registrada apontando algum tipo de ação fraudulenta.


A superintendente do Procon-PB, Késsia Liliana, explicou que os consumidores devem buscar contato com as operadoras. O encaminhamento é feito por conta de uma análise de caso que, numa das queixas feitas e encaminhadas pelo órgão, atestou que houve um problema de configuração do tráfego da empresa de telefonia.


“Eu estive reunida com a operadora Vivo, na qual nós identificamos até um servidor do próprio órgão que teve a ligação do próprio número e também do esposo. O caso em concreto a gente já analisou, e a operadora disse que houve falha de configuração na porta. Nada que interferisse na segurança do consumidor. Então, cada caso deve ser analisado. E quando a gente orienta primeiro já entrar em contato com a operadora, com o fornecedor, é no intuito já de deixar ele alerta e verificar o que ocorreu naquele caso concreto. A nível de Brasil, não foi identificado nenhuma fralda efetiva nesse sentido”, explicou Késsia.


O consumidor que, ainda assim, preferir buscar o Procon-JP pode ir até o local, que fica na Av. Pedro I, nº 331, no Centro de João Pessoa, ou tentar pelos telefones (83) 3214-3042 e (83) 3214-3040 / 0800 083 2015. Os atendimentos acontecem de segunda à sexta-feira, das 8h às 14h.


Por: Redação Portal T5

0 visualização0 comentário