Risug: saiba como funciona a primeira vacina anticoncepcional para homens

Quantas vezes você já se perguntou por que só as mulheres precisam se submeter a métodos contraceptivos, muitas vezes invasivos, para se proteger de uma gravidez indesejada? Não seria interessante se o homem também pudesse tomar algum tipo de anticoncepcional?! Pois, no próximo ano, o jogo pode virar!

Cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia divulgaram neste início de semana que, em 2023, um contraceptivo masculino em forma de vacina deve chegar ao mercado.


COMO FUNCIONA O RISUG?



O Risug é um gel, produzido com um polímero chamado anidrido maleico de estireno, que reveste o ducto espermático e, com isso, afeta a cauda dos espermatozoides, impedindo assim que eles se locomovam e a fecundação ocorra.


Uma injeção é aplicada em cada um dos dois ductos deferentes do homem, que são justamente os canais responsáveis pelo transporte dos espermatozoides maduros, que chegam aos líquidos seminais e formam o sêmen.


Para aliviar um pouco o incômodo, uma anestesia local é aplicada no escroto. Fora isso, e o temporário inchaço e a dor escrotal passageira, não foram identificados outros efeitos colaterais.


https://www.youtube.com/watch?v=FxRlUCEKYdo


O interessante é que o efeito do contraceptivo pode durar até dez anos, mas pode ser revertido a qualquer momento, bastando a aplicação de uma injeção de água e bicarbonato de sódio. Por se tratar de um medicamento livre de hormônios, ele também é considerado mais saudável e seguro.


Nos EUA, um produto semelhante, chamado Vasalgel, recebeu em 2020 a aprovação da FDA, agência reguladora de medicamentos do país. Embora as perpectivas futuras sejam positivas com relação ao Risug, é importante lembrar que, por ora, ele não é aprovado por agências sanitárias - mas a tendência é que isso ocorra em breve.


Por: Capricho

0 visualização0 comentário