top of page

Rússia prende cônsul japonês por suspeita de espionagem



O serviço de inteligência da Rússia prendeu um cônsul japonês em Vladivostok por suspeita de espionagem.


Em um comunicado divulgado pelo Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), mencionado pela agência Tass, o diplomata Motoki Tatsunori foi pego "em flagrante" coletando informações confidenciais sobre o efeito das sanções ocidentais sobre a situação econômica em Moscou.


As informações secretas vistas por Tatsunori também seriam sobre a cooperação da Rússia com um país não identificado no continente asiático. Os documentos foram obtidos pelo japonês em troca de uma recompensa em dinheiro.


O japonês foi declarado "persona non grata" no território russo, enquanto um protesto formal foi apresentado em Tóquio.


Por: (ANSA).

0 visualização0 comentário
bottom of page