Presidente do PL afirma que urnas fabricadas antes de 2020 podem ter problema de transparência

Em visita à Ribeirão Pires, Valdemar Costa Neto disse que apresentará uma proposta de revisão ao TSE na semana que vem



O presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, afirmou neste sábado (19), em visita à Ribeirão Pires, que seu partido pretende apresentar uma nova proposta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a possível falta de transparência das urnas eletrônicas fabricadas no período anterior a 2020.


“Não queremos uma nova eleição, não queremos agitar a vida do país, mas tem algumas urnas que têm que ser revistas”, disse o ex-deputado federal.


Segundo Valdemar Costa Neto, uma auditoria contratada pela sigla apontou que os modelos antigos das urnas eletrônicas têm um mesmo código para identificação como patrimônio e isso poderia ser um problema no momento da auditoria do resultado do pleito. Os documentos devem ser apresentados na terça-feira (22).


Ainda de acordo com o representante do PL, o problema pode estar presente em cerca de 250 mil urnas em todo o Brasil. O partido ainda está aguardando os números sobre a quantidade de votos e cenários que poderiam ter sido mudados.


Questionado sobre as formas de verificação das urnas eletrônicas adotadas pelo TSE, como a zerésima e os boletins, Valdemar Costa Neto reforçou que os números de patrimônio atrapalhavam na transparência.


Por: RedeTV - História por RedeTV!, atualizado em: 19/11/2022.

0 visualização0 comentário