top of page

Haddad anunciará primeiras medidas econômicas na próxima semana

Declaração ocorreu num dia em que o governo teve de corrigir declarações divergentes na área econômica



Na próxima semana, o governo anunciará as primeiras medidas econômicas, disse nessa quarta-feira (4) o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Ele deu a declaração ao retornar ao ministério após reunir-se com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por mais de duas horas.


A declaração ocorreu num dia em que o governo teve de corrigir declarações divergentes na área econômica. Nessa quarta, o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, disse que não está em estudo nenhuma revisão da reforma da Previdência, ao contrário do que tinha anunciado na terça-feira (3) o ministro da Previdência, Carlos Lupi.


Durante a transição, Haddad tinha afirmado que a equipe econômica pretendia analisar as contas públicas para reestimar as receitas do governo e refazer a previsão de déficit primário para este ano. Caso a arrecadação venha menor que o previsto, o próximo governo poderá ter de aumentar impostos ou rever desonerações, mas o futuro ministro não falou sobre essa possibilidade.


O déficit primário representa o resultado negativo das contas do governo sem os juros da dívida pública. O Orçamento de 2023 estabelece como meta um déficit de R$ 231,5 bilhões.

Por causa da reunião com Haddad, o presidente Lula não participou da cerimônia de posse da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, no Palácio do Planalto. No momento, o ministro está reunido com o líder do Governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), no prédio do ministério.


Por: Agência Brasil - Publicado em 05/01/2023 09:59.


1 visualização0 comentário
bottom of page