top of page

Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, morre aos 53 anos

Guilherme de Pádua sofreu um infarto fulminante na casa onde morava, em Belo Horizonte-MG


Guilherme de Pádua (Foto: Reprodução)


Morreu, nesse domingo (6), aos 53 anos, Guilherme de Pádua, assassino da atriz Daniella Perez. Segundo o pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha, Guilherme de Pádua sofreu um infarto fulminante na casa onde morava, em Belo Horizonte-MG. Conforme reportou o R7, a informação foi transmitida em uma live do líder religioso às 23h20.


“A minha filha Ana Paula foi lá [num culto neste domingo no qual Pádua estava] hoje e deu um abraço nele. Ele é um moço que a sociedade não compreende muitas coisas. Ele praticou aquele crime tão terível com a Daniela Perez, foi preso, cumpriu a pena todinha e se converteu. Era uma lagarta e virou borboleta. Mas agora, quando eu estava lá embaixo, pra subir para fazer a live, chegou a notícia. Ele dentro de casa, agora, caiu e morreu. Morreu agora, agora! Agorinha! Ele acabou de morrer”, anunciou o pastor.


Guilherme de Pádua matou a atriz Daniella Perez, em 1992, no dia 28 de dezembro. Os dois faziam par romântico na novela De Corpo e Alma, escrita por Glória Perez. Pádua e sua ex-mulher, Paula Thomaz, armaram uma emboscada e mataram Daniella com golpes de tesoura numa região de matagal na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A atriz tinha 22 anos. Rapidamente a polícia descobriu que Pádua era o autor do crime. Inicialmente ele negou o assassinato, mas acabou confessando após a apresentação de provas. No dia 31 de dezembro ele e sua ex-mulher foram presos.


Pela morte da Daniella, Guilherme e Paula foram julgados condenados a 19 anos de prisão, mas ficaram apenas 7 anos na cadeia. Em liberdade, ele virou pastor e se casou novamente.


Por: Redação, com R7, 07/11/2022 - 07:18.

0 visualização0 comentário
bottom of page