Filas são formadas no HU, em João Pessoa, após anúncio de paralisação

Pacientes vivem incerteza se serão ou não atendidos ao longo do dia


(Divulgação / HULW)

Após o anúncio de que funcionários da Empresa Pública de Serviços Hospitalares (EBSERH), responsável pela gestão dos Hospitais Universitários (HU) na Paraíba, paralisariam os serviços nesta quarta-feira (21), algumas filas começaram a ser formadas no Hospital Lauro Wanderley, em João Pessoa. Por lá, as pessoas vivem a incerteza se serão ou não atendidas ao longo do dia.


A preocupação é nítida por parte dos pacientes. Muitos deles, como de costume, viajam de cidades vizinhas, chegam cedo e buscam fichas para que possam ser atendidos. No ambulatório, os relatos são de que muita gente aguarda algum tipo de resposta, mas que, até o momento, nada foi confirmado de forma concreta.


Alguns funcionários da área ambulatorial admitem que não sabem se a demanda de pacientes será atendida ao transcorrer do dia. Existe a possibilidade de haver atendimento, mas é também possível que todas as pessoas com consultas marcadas precisem remarcar o procedimento.


Na Paraíba, os hospitais universitários geridos pela EBSERH estão em João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras. A greve foi aprovada por unanimidade após a empresa buscar, junto ao sindicato da classe, melhorias no suporte disponível para os trabalhadores. No entanto, nada foi resolvido até o momento.



Confira os serviços afetados com a greve:



(Divulgação / HU)


Por: Redação Portal T5

0 visualização0 comentário