Dinheiro na conta: Ministério do Trabalho paga segundo lote de auxílio a quase 140 mil caminhoneiros

A maioria recebeu duas parcelas no valor de R$ 1 mil, cada, correspondentes aos pagamentos de julho e de agosto. Ministério não informou dados de caminhoneiros da Paraíba beneficiados.


Total de beneficiados em todo o Brasil ultrapassa 330 mil motoristas. (Foto: Pixabay/Ilustrativa)


O Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) paga, nesta terça-feira (6), uma nova parcela do Benefício Caminhoneiro-TAC para 139.880 transportadores autônomos de carga em todo o Brasil. A maioria recebeu duas parcelas no valor de R$ 1.000,00, cada, correspondentes aos pagamentos de julho (retroativo) e de agosto. O Ministério não informou ao ClickPB dados de caminhoneiros da Paraíba beneficiados, alegando não ter detalhamento por estado.


O MTP aponta que, considerando-se o primeiro e o segundo lotes, já são 330.741 caminhoneiros beneficiados. O volume total de recursos soma R$ 660 milhões. O primeiro pagamento foi feito em 9 de agosto, quando 190.861 caminhoneiros já receberam o auxílio de R$ 1 mil mensais.


Ainda segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, os valores são depositados em conta digital por CPF do profissional, de maneira automática pela Caixa Econômica Federal, sem necessidade de cadastro ou de envio de dados de conta para o depósito.


Os transportadores que recebem o benefício hoje, além de estarem com cadastro ativo no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), tiveram operações de transporte registradas na ANTT em 2022 ou preencheram a autodeclaração.


Autodeclaração


O prazo para que os transportadores autônomos de carga façam a Autodeclaração do Termo de Registro do TAC e tenham direito às primeiras duas parcelas do Benefício Caminhoneiro (referentes a julho e agosto), foi prorrogado até o dia 12 de setembro. O recebimento deverá ocorrer junto com o pagamento da terceira parcela do benefício, referente a setembro, no dia 24 deste mês.


Por: ClickPB



0 visualização0 comentário