Clientes cadastrados na Tarifa Social podem conseguir descontos de até 40% na negociação de débitos


A partir de uma fatura pendente, o cliente da Energisa já pode negociar com a empresa, com índice de correção abaixo do mercado

Mesmo com a melhora nos números da pandemia na Paraíba, a situação ainda tem apertado o orçamento de muitas famílias, especialmente para a parcela da população considerada como baixa renda. Para evitar que os clientes iniciem o ano de 2022 com o orçamento comprometido com as contas de energia em aberto, a Energisa decidiu permanecer com as condições especiais de negociação para esse público.

Contas com mais de 180 dias em atraso que forem pagas à vista podem ter descontos de até 40%. E mais: a correção monetária utilizada será o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que vem tendo reajustes mais baixos. Assim, além de impactar menos no valor final da dúvida atualizada, a concessionária garantirá descontos mais altos que nos anos anteriores, facilitando, ainda mais, a negociação.

Quem preferir, pode parcelar o valor negociado em 24 vezes no cartão de crédito. Para tanto, basta entrar em contato com a Energisa com CPF e RG em mãos. Além dos clientes cadastrados na Tarifa Social, as condições especiais também podem ser aproveitadas pelos clientes residenciais, rurais, comerciais e industriais.

A partir de uma fatura pendente, o cliente já pode negociar com a empresa de forma simples e ágil. Para agilizar o processo, o cliente pode acessar o link que dá acesso direto à GISA, clicando aqui.

Se preferir, o cliente também pode negociar seus débitos pelo site. Para tanto, basta acessar a Agência Virtual em https://www.energisa.com.br/paginas/login.aspx, realizar o cadastro e selecionar a opção ‘Negociar Dívida’. Já no APP Energisa On, é só clicar no ícone Parcelamento. Outra facilidade é o pagamento de faturas de energia por Pix, que já está disponível para todos os clientes.

DESCONTOS NA CONTA DE ENERGIA

Cerca de 200 mil paraibanos podem se beneficiar com descontos reais na conta de energia, que varia entre 10% e 65% de redução. Para isso, basta se cadastrar na Tarifa Social. O percentual é gradativo e a apresentação na fatura do cliente é detalhada por faixa de consumo. Quanto menor o consumo, maior o desconto na conta de luz. Para famílias indígenas e quilombolas que consomem até 50kWh/mês, o abatimento é de 100%.

Para ter direito ao benefício, é preciso atender a alguns critérios, que podem ser conferidos aqui.

Mais informações podem ser obtidas pelo 0800 083 0196.

4 visualizações0 comentário