Campanhas contra poliomielite e de multivacinação seguem até dia 31 de outubro em João Pessoa

Até o momento, João Pessoa já vacinou 33.425 crianças contra a poliomielite. A meta é imunizar 95% do total de 41,2 mil crianças



A Prefeitura de João Pessoa segue campanhas contra a Poliomielite e de Multivacinação, que seguem até o dia 31 de outubro. O sinal de alerta e esforços dos profissionais de saúde continuam principalmente após caso suspeito de pólio no estado do Pará. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou como alto o risco da volta da paralisia infantil no Brasil, colocando o país em alerta máximo.


“Estamos realizando um trabalho intenso em todos os territórios da cidade com busca ativa, fazendo chamamento e visitando os domicílios por meio dos agentes comunitários de saúde. Fizemos uma grande campanha de atualização da caderneta de vacinação nos Centros de Referência em Educação Infantil e o trabalho não para. Nossa meta é vacinar todas as crianças”, disse Fernando Virgolino, chefe da seção de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde.


A campanha contra a pólio, que teve início no dia 8 de agosto, segue até o dia 31 de outubro registrando a cobertura de 82% do público-alvo – crianças menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias). Já a Multivacinação é destinada para atualização da caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos.


Até o momento, João Pessoa já vacinou 33.425 crianças contra a poliomielite. A meta é imunizar 95% do total de 41,2 mil crianças. “O poliovírus, que pode levar a paralisia infantil, é transmitido com facilidade através do contato interpessoal. A porta de entrada é a boca. Ele permanece na garganta por uma a duas semanas. Depois de se multiplicar nos intestinos, é expelido nas fezes durante três a seis semanas, mesmo que o portador não apresente sintomas. Portanto, o vírus pode ser transmitido ao tossir ou espirrar. Uma criança vacinada é uma criança protegida”, completou o coordenador da Imunização.


Para atualizar a caderneta as vacinas estão disponíveis as USFs (das 7h às 11h e das 12h às 16h), policlínicas municipais (das 7h às 17h) e o Centro Municipal de Imunização (das 8h às 16h). São administrados nesse locais 18 tipos de imunizantes previstos no Cartão Nacional de Vacinação.


Vacinas


Para crianças estarão disponíveis os seguintes imunizantes: Hepatite A e B; Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente; VIP (Vacina Inativada Poliomielite); VRH (Vacina Rotavírus Humano); Meningocócica C (conjugada); VOP (Vacina Oral Poliomielite); Febre amarela; Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba); Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela); DTP (tríplice bacteriana); Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).


Já para adolescentes são ofertadas também os imunizantes HPV; dT (dupla adulto); Febre amarela; Tríplice viral; Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). “Alertamos e pedimos aos pais e responsáveis que sejam cuidadosos. Olhem atentamente ao cartão de vacina de seus filhos e levem para tomar as vacinas que são oferecidas pelo SUS. Se houver dúvida, procure um profissional nas unidades de saúde da família mais próximas de sua casa”, alertou Fernando Virgolino.


Paraíba


De acordo com informe técnico do Ministério da Saúde, em 2015 a Paraíba tinha cobertura vacinal de 96,1% das crianças menores que 1 ano de idade. Em 2021, esta cobertura caiu para 68,4%.


Paralisia infantil


Entenda os riscos da poliomielite e como você pode ajudar a não deixar esta ameaça retornar ao Brasil acessando o site www.paralisiainfantil.com.br.

Locais de vacinação e horários dos serviços:

  • Centro Municipal de Imunização (CMI): 8h às 16h

  • Policlínicas municipais: 7h às 17h

  • Unidades de Saúde da Família (USF): 7h às 11h e das 12h às 16h

  • Mangabeira Shopping: 13h às 22h


Por: Portal Correio - (Redação).

0 visualização0 comentário