top of page

Botafogo-PB deve apostar em técnico “inédito” para ter sucesso na temporada 2023

Novo treinador do Belo deve ser um profissional que nunca trabalhou no clube.


Renan Oliveira/AGIF


A temporada 2022 do Botafogo-PB acabou mais cedo do que a torcida alvinegra gostaria. Muito por isso as movimentações nos bastidores já tiveram início. Após o desligamento de uma série de atletas e do técnico Itamar Schülle do comando do time, a diretoria alvinegra já deu início ao monitoramento de mercado, buscando o nome que estará à frente da área técnica do Belo na temporada 2023. A ideia é repetir uma fórmula que deu certo nos últimos anos: um profissional inédito no clube, que traga consigo as ferramentas para levar a equipe da Maravilha do Contorno rumo aos seus objetivos.


Apesar de a diretoria do Botafogo-PB não confirmar conversas com nenhum profissional até o momento, especula-se que Marcelo Martelotte, técnico campeão brasileiro da Série C em 2013 e que levou o Santa Cruz à Série A do Brasileirão, seja um dos nomes na mesa do presidente Alexandre Cavalcanti. Outro nome visto com bons olhos — inclusive por parte dos torcedores — é o do português Daniel Neri, campeão pernambucano com o Salgueiro em 2020, quebrando uma hegemonia de 75 anos de apenas os clubes de Recife ganhando o estadual no estado vizinho.

Evaristo Piza chegou ao Botafogo-PB no fim de 2018 como uma aposta e foi campeão estadual pelo clube (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)


Vale lembrar que foi apostando em nomes novos no cenário futebolístico paraibano que o Botafogo-PB conquistou o bicampeonato estadual em 2018 e 2019, com Leston Júnior e Evaristo Piza, respectivamente, no comando do time. Apesar de terem uma carreira já consolidada, naquele momento os profissionais jamais haviam treinado uma equipe paraibana. O mesmo aconteceu em 2021, quando, após um início de temporada melancólico sob o comando de Marcelo Vilar, o Belo apostou em Gerson Gusmão, que mudou a maneira de jogar do time, levando o Alvinegro da Estrela Vermelha, mesmo com muitas lacunas no elenco, ao quadrangular do acesso à Série C.


Sendo Martelotte, Neri ou qualquer outro nome, a diretoria do Botafogo-PB deve ter mais algumas semanas de monitoramento de nomes até anunciar quem será o seu novo técnico para 2023. Até lá, o clube segue buscando organizar a casa para não cometer os mesmos erros vistos em 2022, que pulverizaram em poucas rodadas uma praticamente certa classificação a mais uma tentativa de acesso à 2ª divisão do Campeonato Brasileiro.


Por: Jornal da Paraíba

0 visualização0 comentário
bottom of page