Anvisa alerta para o recolhimento de chocolates Garoto por presença de fragmentos de vidro

Empresa anunciou a retirada de dois lotes dos produtos chocolate ao leite 80 g castanhas de caju e castanhas de caju e uvas-passas


Foto: Divulgação/Nestlé/Montagem: R7


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) alertou nesta terça-feira (18) sobre o recolhimento voluntário de dois lotes de chocolates da marca Garoto devido à possível presença de pequenos fragmentos de vidro, o que pode causar lesões na boca ou nas mucosas. As informações são do R7.


lote 225212941G: chocolate ao leite com castanhas de caju, marca Garoto, tablete de 80 g, validade 9/9/2023;

lote 225312941G: chocolate ao leite com castanhas de caju e uvas-passas, marca Garoto, tablete de 80 g, validade 9/9/2023.

De acordo com a agência, a própria empresa começou a recolher os lotes mencionados após ter constatado que um dos equipamentos utilizados para a produção dos chocolates tinha avarias e poderia ter deixado fragmentos de vidro nos tabletes do doce.


O comunicado da Anvisa informa que a Chocolate Garoto Ltda. avisou que a maior parte dos produtos dos lotes implicados não foi comercializada. Mas alguns chegaram a ser distribuídos em Vila Velha, no Espírito Santo, e no estado de Santa Catarina.


Se você comprou chocolate ao leite da marca Garoto, em tablete de 80 g, dos sabores castanhas de caju ou castanhas de caju e uvas-passas, verifique o lote do produto no verso do rótulo, próximo ao lacre.


Caso os números coincidam com os registros anunciados pela empresa, a indicação é para não comer. Para trocar ou receber o dinheiro gasto de volta, é necessário entrar ligar para o serviço de atendimento ao consumidor da fabricante, pelo telefone 0800-0559550, de segunda a sexta, das 8h às 18h, exceto feriados, ou escrever para o email sacgaroto@garoto.com.br.


O R7 entrou em contato com a assessoria da Nestle, que é responsável pela produção dos chocolates Garoto, mas até agora não obteve resposta.


Por: Redação, com R7.



0 visualização0 comentário